• Capa_abril_Site-100.jpg
Notícias
  Sábado, 23 Setembro 2017

Rubina Leal vai criar uma Sociedade de Reabilitação Urbana para acelerar e agilizar os processos de licenciamento, facilitando os privados e os promotores que querem realizar obras na Cidade.

O anúncio foi feito hoje em conferência de imprensa, pela candidata à Câmara Municipal do Funchal, na Rua das Pretas, junto ao edifício da antiga ‘Felisberta’, onde é notório que “mais uma vez a Autarquia “não fala a verdade”, no que respeita à reabilitação urbana.

“Aquilo que eu vejo aqui [na Felisberta], é que nesta câmara nem a fachada funciona. Aquilo que nós vemos aqui é uma Câmara de lonas, com mais um anúncio que não foi realizado”, notou, questionando onde foi aplicada a verba de 3 Milhões de Euros atribuída à atual Autarquia pelo Turismo de Portugal, para a reabilitação urbana.

“Apesar de ter tido 3 Milhões de Euros do Orçamento do Turismo de Portugal para aplicar na reabilitação da Cidade, gostaria de saber onde foi aplicado esse mesmo valor”, questionou, referindo que foi a própria Autarquia que anunciou que iria reabilitar o núcleo histórico de São Pedro, e outros 70 edifícios na Cidade.

“É inadmissível que existam processos que estejam há mais de dois anos por despachar na Câmara impedindo o investimento público, impedindo a dinamização da cidade e impedindo a reabilitação do nosso património.”

Rubina Leal entende que é importante que a população perceba que o atual presidente de Câmara não fala a verdade.

Para inverter esta inércia, a candidata social-democrata, vai criar uma via rápida para a reabilitação, através de uma Sociedade de Reabilitação Urbana de forma a agilizar processos de licenciamento e trazer mais dinamismo à Cidade e àqueles que querem investir.