• Capa_abril_Site-100.jpg
Notícias
  Terça, 19 Setembro 2017

O candidato do PSD à Câmara Municipal de Machico lamentou hoje que, nos últimos quatro anos, o atual executivo nada tenha feito para alavancar a economia.

Numa conferência de imprens,a realizada junto ao edifício da Câmara, Ricardo Sousa sublinhou que, no primeiro semestre deste ano, abriram 20 empresas e fecharam 21. "A Câmara Municipal muito fala do turismo e da economia, faz muitas páginas para a parte social, diz que vai haver este e aqueles investimentos, mas aquilo que nós vemos é zero", disse.

"Não há nenhum investimento", reforçou, sublinhando que este ano a taxa de ocupação foi de menos quase 15 % em relação à média regional. (Machico 55 % e a RAM 69,2%).

Um cenário que Ricardo Sousa pretende mudar, apresentando como algumas das medidas para esta área a criação de um clube que leve à dinamização do emprego no concelho, um levantamento ao nível da formação do tecido empresarial, o apoio aos empreendedores e a criação da marca 'Machico Ativo", que teria a responsabilidade pela estratégia promocional, garantindo assim maior coerência, credibilidade e clareza na mensagem de promoção nacional e internacional.

O candidato pretende ainda apostar na reabilitação do tecido comercial, potenciando o crescimento da economia local, e criar um programa municipal de formação e ocupação em contexto de trabalho, 'Start Up Machico', que permita o acompanhamento de todas as fases da criação de uma empresa.

Ricardo Sousa finalizou com um repto aos empresários para que "acreditem e apostem em Machico, porque o PSD, após o dia 1 de outubro, vai estar aqui e vai conseguir alavancar toda a economia local e dar maior dignidade ao concelho".