• bannerSitePSDM_CM.jpg
  • bannerNewsPSD21set3.jpg
  • 35227974_10216705850468501_2142540222246682624_n.jpg
  • bannerSitePSDM23mar2018rui.jpg

Dando continuidade ao Roteiro do Orçamento da Região para 2016, o Grupo Parlamentar do PSD visitou hoje o local onde deverá ser construído o novo hospital da Madeira, em Santa Rita, tendo a deputada Vânia Jesus sublinhando que está inscrita uma verba de 1,2 milhões de euros referente a estudos e projetos, com vista à construção desta nova unidade de saúde.

Vânia Jesus salientou que estas verbas correspondem à fase que está neste momento a ser desencadeada pelo Gabinete Técnico, constituído pela Secretaria Regional da Saúde, sendo estes projetos e estudos "essenciais para o início do arranque da obra" e para que, em 2016, o Governo Regional possa já ter o plano definitivo da construção do novo hospital.

Além disso, acrescentou a deputada do PSD, está também, nesta altura, a ser realizada a revisão do programa funcional, com o objetivo de atualizar o modelo hospital e reajustar às novas necessidades: "Nós não queremos projetos nem acima nem abaixo daquelas que são as reais necessidades".

Vânia Jesus afirmou que há já todo um trabalho feito, pelo que, em 2016,o fundamental é o início das negociações entre o Governo Regional e o Governo da República para garantir o financiamento da obra. "Todos nós sabemos que a dimensão de uma infraestrutura hospitalar não pode e não é exclusivamente de financimaneto de um orçamento regional e, por isso, a importância de conseguirmos que seja inscrito como projeto de interesse comum no sentido de garantir também a comparticipação nacional por parte de Estado."

Para tal, o Grupo Parlamentar espera que os partidos se concentrem naquilo que é mais importante, de modo a que o novo hospital seja uma realidade no Orçamento de Estado para 2017. "Julgamos que tem sido feito um ruído despropositado à volta da construção do novo hospital, quando neste momento aquilo que consideramos fundamental é que haja um consenso partidário e que se reúnam esforços em torno daquela que será a negociação, que é uma negociação entre governos", disse Vânia Jesus.