• 1bannerSitePSDM19jun2018.jpg
  • 35227974_10216705850468501_2142540222246682624_n.jpg
  • bannerSitePSDM23mar2018rui.jpg
  • topofaceCompromissoMadeira2018

Na sequência da notícia publicada hoje na edição online da Revista ‘Visão’, o PSD/Madeira esclarece o seguinte:

1. Os deputados eleitos pelo PSD/Madeira à Assembleia da República, Sara Madruga da Costa, Rubina Berardo e Paulo Neves votaram favoravelmente o Orçamento Retificativo porque em causa estava a defesa do BANIF, um banco com origem na Madeira, e dos seus colaboradores. Recorde-se que, relativamente a esta questão, o PSD/Nacional tinha uma posição diferente;

2. Aquando da eleição para a Assembleia da República, os deputados social-democratas sempre assumiram e continuarão a assumir como ponto primordial a defesa da Madeira e dos madeirenses, mesmo que, para tal, tenham de quebrar a disciplina de voto imposta pelo partido ao nível nacional;

3. Assim, os deputados Sara Madruga da Costa, Rubina Berardo e Paulo Neves estão conscientes das repercussões dos seus atos e preparados para assumir as consequências, nesta e noutras situações que se justifiquem;

4. A RAM pode continuar a contar com o empenho objetivo dos deputados do PSD-Madeira na defesa dos interesses da nossa população acima de tudo. Uma defesa que se faz respeitando as regras e as normas da democracia.

 

O Secretário-Geral do PSD/Madeira
Rui Abreu