• bannerSitePSDM19abr2018.jpg
  • bannerSitePSDM1Bmai2018.jpg
  • bannerSitePSDM23mar2018rui.jpg
  • bannerSitePSDM19mar2018.jpg
  • topofaceCompromissoMadeira2018

A Comissão Concelhia do PSD do Porto Moniz está profundamente preocupada com a forma como a Autarquia Socialista local tem feito a gestão e manutenção da rede de água potável do Concelho o que está a culminar num autêntico caos levando já, nalguns casos, ao desespero dos munícipes.

Segundo comunicado, assinado pelo presidente da Concelhia, Nélio Rodrigues, o caso mais gravoso verifica-se no Seixal, pois, mesmo sendo a Freguesia da Região onde este bem mais abunda, Emanuel Câmara está a ordenar o corte geral da água durante a noite em toda a Freguesia. Uma situação que já dura há cerca de um mês e que terá por objetivo ganhar capacidade de abastecimento para parte do dia seguinte.

 

Contudo, mesmo sendo esta uma medida extrema se tem revelado insuficiente para resolver o problema. A realidade é que a falta de água deriva da incapacidade da autarquia em gerir e manter a rede de abastecimento, sendo que o Senhor Presidente e os seus Vereadores ainda não entenderam que, para já, a solução não está em realizar cortes gerais mas sim em encontrar e reparar os locais de fuga que por sinal não devem ser assim tão pequenos.

Face a esta situação, os autarcas social-democratas com responsabilidades de oposição naquela Freguesia já denunciaram várias vezes em sede própria este problema, reclamando a urgência na tomada de medidas que visem a sua resolução. Lamentavelmente, a resposta tem sido dada através de reações menos próprias por parte de quem lidera o assunto.

Na Ribeira da Janela, a situação ainda não é tão gravosa, mas para lá caminha e pelos mesmos motivos. Nesta Freguesia a população queixa-se de grandes oscilações da pressão dentro da tubaria, o que tem já provocado vários rombos na rede, com os constrangimentos a que a reparação dos mesmos obriga, cortes no abastecimento. Nesta freguesia alguns populares queixam-se também da falta de limpeza dos locais de captação de água, não se conhecendo nenhuma depois que o atual executivo tomou posse. Será que acontece o mesmo nas outras freguesias?

Por sua vez, a Freguesia do Porto Moniz também tem sofrido com algumas consequências da má gestão e manutenção da rede pública de água por parte da Câmara Socialista. Registe-se a falta, durante dois dias, no sítio da Pedra Mole, assim como, muito recentemente, uma manhã, incluindo toda a hora de almoço, em toda a vila do Porto Moniz, situação que aconteceu sem qualquer aviso prévio da Autarquia aos serviços de hotelaria, restauração, saúde e escolas, de modo a serem tomadas as necessárias medidas de salvaguarda, o que só demonstra a insensibilidade do Senhor Presidente e do seu executivo na gestão deste bem de primeira necessidade.

Por último, e mais caricato, mas que deixa o PSD local profundamente preocupado com a forma como este executivo socialista gere a coisa pública, é a situação das Achadas da Cruz, onde a Autarquia, dando cumprimento ao prometido, construiu, na zona do calhau, junto à estação do teleférico, casas de banho públicas. No entanto, apenas após a sua construção é que o executivo se lembrou de algo elementar, é que para as mesmas funcionarem necessitam de água, pois como na zona não existe rede de abastecimento de água. Situação que dura há mais de meio ano e para a qual não se vislumbram soluções.

Caos, é a palavra escolhida pelos autarcas social-democratas para melhor caraterizar neste momento a forma como esta Câmara Socialista tem gerido a rede de água potável do Concelho, recordando que o Verão se aproxima.

Neste contexto, o PSD lembra o discurso muito utilizado por Emanuel Câmara quando dizia que um dos factos que o motivou a entrar na política foi a constante falta de água que havia no Concelho do Porto Moniz. No entanto, nessa altura, há cerca de 25 anos, esse facto era compreendido pois existiam grandes problemas tanto na captação como nos reservatórios assim como na rede de distribuição que estava completamente ultrapassada. Atualmente, será escusado o Senhor Presidente atirar culpas para o passado pois herdou dos executivos social-democratas uma rede totalmente equipada com fontes de captação mais do que suficientes, assim como modernas instalações de reserva e tratamento e uma rede de distribuição eficiente. Contudo, como é sabido, tudo necessita de manutenção, o que não tem acontecido.

Ainda esta semana o Senhor Presidente da Câmara mostrou-se publicamente muito preocupado com a questão da água que está a entrar no pavilhão do Porto Moniz mas pelos vistos está pouco preocupado em colocá-la onde ela é mais precisa, na casa dos munícipes.

A Comissão Concelhia do PSD esclarece que esta situação já é do conhecimento das entidades do Governo competentes nesta matéria que têm já a intervenção agendada para um período fora do calendário letivo.