• bannerSitePSDM19abr2018.jpg
  • bannerSitePSDM1Bmai2018.jpg
  • bannerSitePSDM23mar2018rui.jpg
  • bannerSitePSDM19mar2018.jpg
  • topofaceCompromissoMadeira2018

Em 2007 por iniciativa do Governo Socialista foi aprovada a 1ª Revisão da Leis das Finanças das Regiões Autónomas (LFRA –Lei Orgânica  1/2007) que visou, de forma clara retirar verbas à Madeira e beneficiar os Açores.

No primeiro ano de vigência dessa Lei, a Madeira passou a receber 171ME das transferências do Orçamento de Estado, menos 34ME relativamente aquilo que recebia em 2006. Ou seja, num só ano, fruto da decisão do Governo Socialista, um prejuízo de 34 Milhões de Euros para a Madeira.

Em contrapartida os Açores que até então recebiam 210ME passaram a receber 223ME. Um acréscimo de 13ME.

No conjunto, o Estado poupou com as Regiões Autónomas 21ME, mas exclusivamente à custa da Madeira.

Com a revisão da Lei das Finanças das Regiões Autónomas e como consequência das decisões do Governo do Partido Socialista, até 2011 a Madeira perdeu 209 Milhões de Euros face ao valor que recebia em 2006.Os Açores recebeu mais 113ME. Desde então o Estado poupou 107ME com as Regiões Autónomas, exclusivamente à custa da Madeira.

Eis uma evidência que o Partido Socialista não consegue esconder. O Governo Socialista criou em 2007 uma situação de tremenda injustiça para com a Madeira, os Madeiranenses e Portosantenses.

Dizer - como o PS/Madeira o faz nesta campanha - que foi o Partido Socialista que mais ajudou a Madeira é de uma desfaçatez absoluta. Graças à dupla Sócrates -Teixeira dos Santos a Região perdeu 345ME face ao valor de 2006. Os Açores receberam 174 ME a mais.

Eis a verdade, e a verdadeira “ajuda” do PS.