• bannerNewsPSD14dez.jpg
  • banner-02.jpg
  • bannerSitePSDMconclusoes.jpg
  • bannerSitePSDM23mar2018rui.jpg

Dirigentes e atletas postos na rua por despacho de Filipe Sousa (JPP).

Por uma decisão arbitrária e unilateral do Presidente e vereadores da JPP, a coletividade é confrontada, pela primeira vez, com a situação de ser despojada das instalações onde se encontra!

O Iate Clube de Santa Cruz é uma instituição de Utilidade Pública que promove a atividade desportiva, em especial náutica, desde 1993. Esta coletividade tinha sede própria, inaugurada em 1994 e localizada na Praia de São Fernando Santa Cruz. Em 2005 e em favor do progresso de Santa Cruz, o ICSC aceitou ceder o espaço ocupado pelas suas instalações para dar lugar à construção do Hotel Villa Gallé Santa Cruz.

Como contrapartida, e mediante um protocolo assinado com a Câmara Municipal, a Sociedade Metropolitana de Desenvolvimento e a Secretaria Regional do Equipamento Social a coletividade desportiva passou a ocupar as instalações na Ribeira da Boaventura, cabendo o pagamento da renda desse espaço à autarquia e ficando claro que ao fim de 30 anos, o espaço em causa passava a ser propriedade do Iate Clube.

À moda da JPP, vêm agora dizer que o contrato é ilegal, usando para tal argumentos errados e falsos apresentados por uma auditoria feita a pedido e à medida do pretendido. Como o atual presidente Filipe Sousa bem sabe, este não é um contrato de arrendamento normal mas sim um acordo de compensação ao ICSC pela cedência gratuita das suas instalações. Uma cedência feita a bem do desenvolvimento da cidade e do Concelho e que é agora apresentado como se de um privilégio se tratasse.

O PSD entende que esta decisão da camara de revogar o protocolo com a Sociedade Metropolitana de Desenvolvimento não só é ilegal mas, acima de tudo é uma tremenda falta de gratidão por uma coletividade que em todos os momentos da sua existência sempre se mostrou disponível para contribuir para o bem-estar da população e para o desenvolvimento do concelho. A ponto de ter abdicado das instalações que eram suas por direito.

Os deputados municipais do PSD na Assembleia Municipal de Santa Cruz, repudiam esta atitude de falta de diálogo por parte da autarquia, até porque sabem que existia da parte da Sociedade Metropolitana de desenvolvimento uma firme vontade de encontrar uma solução que permitisse ao ICSC continuar nas instalações que agora ocupa, garantido que continuaria a bem desempenhar o seu papel de instituição de referencia no desporto náutico do concelho, da Região e do país. 

Ao lermos a notícia saída na imprensa no dia 4 de Setembro de 2015 intitulado "APRAM e IATE CLUBE DE SANTA CRUZ ACERTAM PARCERIA" (JM), parece-nos que se trata de uma birra de Filipe Sousa, pelo facto do governo regional ter entregue ao Iate clube a gestão dos equipamentos e atividades do Porto de Recreio de Santa Cruz! Mais um triste episódio protagonizado pelo JPP, que depois de ser poder, sucessivamente atropela os princípios que tanto defendia nos tempos em que era oposição.

É este o tratamento que temos assistido, de forma silenciosa, para com as instituições desportivas e culturais do Concelho. Aliás vimos finalmente ser aprovados, na última reunião da AM, os regulamentos de apoio ao Associativismo Cultural e Desportivo. Que sejam rápidos na sua efetivação e que não se fique apenas pelo papel. Se bem que aos apoios, como dita os regulamentos, candidaturas aos apoios, só lá para Junho de 2016! Até lá aguentem-se…