• bannerNewsPSD21set3.jpg
  • 35227974_10216705850468501_2142540222246682624_n.jpg
  • bannerSitePSDM23mar2018rui.jpg
  • topofaceCompromissoMadeira2018

1.Nunca, na história mais recente, a Madeira e o Porto Santo tinham sido alvo de um ataque tão vil e tão feroz, como aquele que tem sido levado a cabo pelo PS em conjunto com as esquerdas radicais em Lisboa, perante a cumplicidade dos socialistas e comunistas locais.

2. Os socialistas continuam a utilizar o Estado como instrumento político na tentativa de condicionar e limitar o trabalho do Governo Regional da Madeira, não se preocupando que sejam os madeirenses e os porto-santenses as únicas vítimas deste ataque cobarde de Lisboa.

3. Mas, depois de séculos de opressão e décadas de luta autonómica os madeirenses e porto-santenses não cederão. Todos já perceberam que seja por simples incompetência ou clara má-fé, não podem contar com o PS, nem o de cá e o de lá, para defender os seus legítimos interesses.

4. Depois da criminosa vergonha que constitui a forma como a TAP trata a Madeira, cancelando voos e praticando preços escandalosos para a Região, enquanto vende a preços irrisórios destinos turísticos concorrentes, agora são as ligações aéreas entre a Madeira e o Porto Santo o alvo de Lisboa.

5. A ligação aérea entre as ilhas da Madeira e Porto Santo está neste momento cortada. A companhia aérea Binter, a quem o Governo da República entregou as ligações áreas entre Madeira e Porto Santo voltou hoje a cancelar todos os quatro voos programados, prejudicando dezenas de passageiros, sem olhar a idades ou estado de saúde. Esta semana, mais de metade dos voos previstos não se realizaram.

6. Perante mais este ataque contra madeirenses e porto-santenses, o Governo da República, com o concluiu do PS local, limita-se a dizer que está a acompanhar a situação, em vez de exigir à companhia que cumpra com as suas responsabilidades. Mais uma vez o princípio da coesão e da continuidade territorial não está a ser cumprido, por culpa de Lisboa.

7. Há dois anos que o Governo Regional pediu à República para que agilizasse a abertura de um concurso público para a ligação aérea inter-ilhas. A geringonça primeiro empurrou com a barriga, e começou tarde e mal a trabalhar num dossier de grande importância para a Região. 

8. O PSD/Madeira exige que a República resolva de imediato este problema que afeta todos os madeirenses, e em especial os porto-santenses e a economia do Porto Santo. Ontem, já era tarde.

Funchal, 12 de agosto de 2018

O Secretário-Geral do PSD/Madeira

Rui Abreu