• bannerNewsPSD14dez.jpg
  • banner-02.jpg
  • bannerSitePSDMconclusoes.jpg
  • bannerSitePSDM23mar2018rui.jpg
nova estratégia nacional de voluntariado

A candidatura do PSD Madeira à Assembleia da República defende “uma nova estratégia nacional de voluntariado e a revisão da lei do voluntariado e do estatuto do voluntário”.

Após uma reunião com as responsáveis da Casa do Voluntário, a cabeça de lista pelo círculo eleitoral da Madeira afirmou que é “necessário integrar na legislação existente o voluntariado empresarial e o voluntariado de proximidade”.

Neste momento, a Casa do Voluntário dispõe de equipas ativas em quatro concelhos da Região no âmbito do voluntariado de proximidade. Uma aposta que, segundo Sara Madruga da Costa, deve ser reforçada, tendo em conta a sua importância no “combate à solidão e na promoção do envelhecimento ativo, ajudando ao mesmo tempo na organização de medicação, nas idas às compras, nas idas ao médico ou noutras tarefas do dia a dia”.

A cabeça de lista do PSD Madeira lembra a importância que o voluntariado tem na formação da consciência cívica da população, referindo ser necessário incentivar e legislar no que diz respeito ao voluntariado jovem, a exemplo do que acontece nos Estados Unidos da América em que são mesmo atribuídos créditos para a entrada na universidade.

A Casa do Voluntário conta com mais de 1470 voluntários inscritos, nas mais diversas áreas. Cabe a esta instituição a gestão, orientação e acompanhamento dos processos de integração dos voluntários, a promoção e divulgação de novos projetos e de novas oportunidades e a criação e gestão de uma bolsa de voluntários e de instituições.