• bannerNewsPSD21set3.jpg
  • 35227974_10216705850468501_2142540222246682624_n.jpg
  • bannerSitePSDM23mar2018rui.jpg
  • topofaceCompromissoMadeira2018

No seguimento das recentes notícias vindas a público que dão conta da intenção do Conselho de Administração da RTP de desmantelar um estúdio da RDP- Madeira e transferi-lo para o Centro da RTP Açores, Sara Madruga da Costa, deputada na Assembleia da República e membro da 12.ª Comissão Parlamentar com a missão de fiscalizar a atividade do Governo da República nesta matéria, deu entrada conjuntamente com os restantes dois deputados do PSD na Assembleia da República Rubina Berardo e Paulo Neves, de duas perguntas escritas regimentais ao Conselho de Administração da RTP e ao Ministro da Cultura a solicitar esclarecimentos urgentes acerca desta situação.

Sara Madruga da Costa garante que “o PSD não aceitará qualquer tratamento discriminatório entre o Centro Regional da RTP – Madeira, em detrimento do Centro da RTP – Açores”.

Para a deputada, a confirmar-se esta intenção, torna-se evidente o interesse “encapotado do Conselho de Administração em favorecer o Centro da RTP – Açores, em detrimento da Madeira, num ano em que se irão realizar eleições regionais nos Açores e confirma-se também uma incoerência na argumentação que tem vindo a ser transmitida pelo Conselho de Administração de que o problema da RTP- Madeira é a falta de investimento tecnológico contrariamente à carência da RTP- Açores que é a falta de infra-estruturas”.

“Se o problema da RTP Madeira é a falta de tecnologia, não se percebe a decisão de transferir e desmantelar estúdios e equipamentos de um centro deficitário para um centro excedente”, acrescentou a deputada social democrata.