• banner2018.jpg
  • bannerSItePSDMconselhoOut2017_5.jpg
  • bannerSItePSDMconselhoOut2017_1.jpg

Num jantar convívio no Funchal, com vista à comemoração do dia internacional da Mulher, a deputada Sara Madruga da Costa, referiu a importância de uma maior participação das mulheres na política e na sociedade em geral.

Para Sara Madruga da Costa, “apesar da grande evolução civilizacional, verificada nos últimos tempos e da população feminina superar a masculina, ainda existe um grande défice de representação das mulheres nos órgãos decisórios das comunidades”.

"Estamos ainda longe de alcançar a igualdade de género, uma vez que, em termos de cargos políticos, apenas uma minoria, representando menos de trinta por cento do total dos deputados em todo o mundo, são mulheres", disse.

Em termos nacionais, setenta e seis dos duzentos e trinta deputados da Assembleia da República são mulheres, ou seja um histórico, um terço dos deputados, ainda muito longe do desejável.

Os deputados do PSD- M eleitos pelo círculo eleitoral da Região Autónoma da Madeira, contribuem para a representatividade das mulheres no parlamento nacional, já que dos três deputados, duas são mulheres.

Ainda assim, de acordo com a deputada social-democrata, as mulheres estão ainda muito longe de alcançar a igualdade em posições de liderança, quer em cargos políticos, quer em empresas, quer em cargos militares, existindo ainda uma grande e inaceitável desigualdade salarial entre mulheres e homens em Portugal.

Neste convívio, Sara Madruga da Costa destacou também a importância de continuar a luta contra todo e qualquer fenómeno de violência contra as mulheres, onde se inclui a violência doméstica, cujos números continuam a ser muito elevados no nosso país.