• bannerSitePSDM19abr2018.jpg
  • banner2018.jpg
  • bannerSitePSDM23mar2018rui.jpg
  • bannerSitePSDM19mar2018.jpg
  • topofaceCompromissoMadeira2018

Os deputados do PSD Madeira na Assembleia da República consideram que este Orçamento de Estado não contribui para a melhoria das condições de vida da população, sendo um orçamento que visa agradar aos partidos de esquerda.

"O orçamento está cheio de gralhas e imperfeições, também no que se refere à Região Autónoma da Madeira", afirma Sara Madruga da Costa.

"Estaremos atentos e empenhados em garantir que o Orçamento de Estado cumpra com a legislação aplicável e que o Estado assuma as suas responsabilidades para com a Região", adiantou a deputada, acrescentando que o sentido de voto dos social-democratas madeirenses terá "obviamente em atenção os interesses da população da Madeira e do Porto Santo", já que foi esse o compromisso assumido com a população. "Já tivemos a oportunidade de demonstrar que é esse o interesse que nos move, quando votámos contra o sentido de voto estabelecido pelo Grupo Parlamentar do PSD, aquando da votação do orçamento rectificativo/ Banif", disse.

Os deputados do PSD-M à Assembleia da República já denunciaram alguns erros e falhas deste orçamento, nomeadamente, o erro relativo à aplicação das transferências do fundo de coesão, devido pela aplicação da Lei de Finanças Regionais, que retira à Região o montante de 17.458.171 euros, a necessidade da Região continuar a poder contrair divida financeira para regularizar dívida comercial, entre outras situações que naturalmente serão igualmente denunciadas em local próprio e no devido tempo.