• bannerNewsPSDclaudia.jpg
  • slideCampanha3.jpg
  • slideCampanha2.jpg
  • slideCampanha1.jpg

Ao final desta manhã e assim que conhecida a possível rutura do abastecimento de combustível aos aviões, no Aeroporto de Lisboa e com viagens programadas para vários destinos, incluindo a Madeira, o deputado Paulo Neves alertou, na Assembleia da República, o Ministro do Ambiente para uma situação que considera «insustentável», sobretudo estando em causa «uma região insular que não tem outra alternativa a não ser o transporte aéreo».

À margem da audição regimental, o deputado social-democrata confrontou, assim, o Ministro, pedindo-lhe uma atenção redobrada a esta situação, sob pena «dos graves prejuízos que dela possam advir, tanto para a Madeira quanto para o Porto Santo», sobretudo numa altura em que ambos os destinos registam maior procura, quer de residentes quer de visitantes.

Respondendo à questão colocada, o ministro Matos Fernandes garantiu ao deputado madeirense que foi decidida a Requisição Civil para precaver a rutura de abastecimento de combustível aos aviões nos vários aeroportos nacionais.

«Espera-se que, mais uma vez, a Madeira não venha a ser prejudicada na sua acessibilidade, em função de uma questão que deveria ter sido previamente acautelada pelo Governo da República», rematou Paulo Neves.