• banner-02.jpg
  • bannerNewsPSD8dez.jpg
  • bannerSitePSDMconclusoes.jpg
  • bannerSitePSDM23mar2018rui.jpg

"Esquadras da PSP do Porto Santo e de Santa Cruz nem em 2019, nem talvez em 2020”. Esta é a primeira reação da deputada Sara Madruga da Costa ao Comunicado de 04 de dezembro de 2018 do Ministro da Administração Interna, através do qual Eduardo Cabrita anuncia o lançamento do concurso público para a elaboração dos projetos de execução da construção de raiz da nova instalação da esquadra da PSP do Porto Santo e da requalificação da esquadra da PSP de Santa Cruz.

Para Sara Madruga da Costa, o anúncio do Ministro da Administração Interna, “revela em primeiro lugar, que o PSD tinha razão quando acusou na Assembleia da República o Governo de deixar de fora as esquadras da PSP da Madeira do investimento e das obras previstas para 2019.”

“O Ministro confessou hoje que as obras das esquadras da PSP do Porto Santo e de Santa Cruz, não avançarão no terreno nem em 2019, nem talvez em 2020, porque ainda nem sequer têm projeto de execução”.

“Entre a abertura do concurso público para a elaboração do projeto, a adjudicação do mesmo, a execução deste, a sua aprovação seguida de nova abertura de concurso público para a realização da obra, a adjudicação da mesma e o início desta, o prazo médio é de pelo menos dois anos.”

Sara Madruga da Costa lamenta que “o Governo não tenha avançado mais cedo com estes concursos e que o Orçamento do Estado para 2019 não contemple nenhum cêntimo para as esquadras da PSP da Madeira ou para qualquer outra infraestrutura de segurança”.

A deputada madeirense exigirá “novas explicações ao Ministro da Administração Interna sobre este assunto no parlamento na audição regimental já agendada para o início de janeiro de 2019”.