• bannerSitePSDM19abr2018.jpg
  • bannerSitePSDM1Bmai2018.jpg
  • bannerSitePSDM23mar2018rui.jpg
  • bannerSitePSDM19mar2018.jpg
  • topofaceCompromissoMadeira2018

O PSD Madeira percorreu esta manhã as principais ruas do centro do Funchal em contactos com a população e com os comerciantes.
Uma das preocupações manifestadas pelos comerciantes prende-se com a ‘derrama’, tal como salientou Daniel Borges.
O candidato social-democrata à Assembleia da República lembrou que se trata de uma taxa “imposta” pela atual Câmara Municipal do Funchal, eleita em coligação, mas com um grande vínculo ao Partido Socialista, contrariando o que tinha sido prometido em campanha eleitoral.


Daniel Borges sublinhou que um dos compromissos assumidos pelo PSD Madeira é o de defender um regime fiscal próprio para a Madeira, que permita, a médio/ longo prazo, alterar a taxa de IRC para 12%.
O candidato apelou ainda à memória dos madeirenses, recordando que o nosso país já recorreu por três vezes à ajuda financeira externa, todas elas devido à má gestão do Partido Socialista. “É importante as pessoas não terem a memória curta e perceberem que se nós continuarmos nessa vaga socialista vamos continuar a sofrer. É o PSD Madeira a encher o poço e o PS a esvaziar o poço”.