• 1bannerSitePSDM19jun2018.jpg
  • 35227974_10216705850468501_2142540222246682624_n.jpg
  • bannerSitePSDM23mar2018rui.jpg
  • topofaceCompromissoMadeira2018

O deputado Paulo Neves classificou de “trapalhada” todo o processo à volta do concurso entre o Estado e a companhia aérea Binter acusando o governo da República de sucessivos adiamentos e atrasos em todo o processo do concurso.

O deputado madeirense responsabilizou o governo da República pelos “sucessivos cancelamentos” ocorridos no verão nas ligações entre o Porto Santo e a Madeira. Paulo Neves, na Comissão Parlamentar de Economia, também responsabilizou o Governo da República, na pessoa do ministro do Planeamento Pedro Marques, pelas várias situações ocorridas durante os últimos meses e que envolveram a TAP como “cancelamentos de voos, atrasos constantes, abandono de passageiros, falta de informação e preços inflacionados das passagens aéreas”.

Recorde-se que os deputados eleitos pelo PSD-Madeira à Assembleia da República, no mês de agosto, entregaram uma pergunta regimental exigindo explicações ao governo central sobre a situação que envolveu a Binter nas ligações ao Porto Santo, no verão, e em relação à TAP. Para Paulo Neves “o governo da República tem utilizado a questão da mobilidade como uma arma política contra o governo do PSD prejudicando todos os madeirenses e portosantenses”.

Ainda na reunião da Comissão de Economia o deputado madeirense exigiu que o novo modelo de subsídio de mobilidade aprovado na Assembleia da República entre imediatamente em vigor para que os residentes só paguem o valor estabelecido e não tenham que adiantar o valor do subsídio.