• bannerSitePSDMconclusoes.jpg
  • bannerNewsPSD9nov.jpg
  • bannerSitePSDM23mar2018rui.jpg

No último debate sobre saúde da 3.ª sessão legislativa da Assembleia da República, que contou com a presença do Ministro da Saúde e dos secretários de Estado, a deputada Sara Madruga da Costa fez uma interpelação ao Governo sobre o novo Hospital da Madeira.

A deputada madeirense começou a sua intervenção criticando a ausência de referências ao novo Hospital da Madeira na intervenção do ministro da saúde.

“Pelos vistos o novo Hospital da Madeira continua a não ser uma prioridade para este Governo, continua a ficar de fora das opções de do leque de novos Hospitais para o país. Aquele que foi um compromisso deste Governo e do Primeiro – Ministro desde 2015 continua a ser sucessivamente adiado”, referiu Sara Madruga da Costa.

Para a deputada social-democrata, a ausência de qualquer referência ao compromisso de financiamento do novo Hospital da Madeira é preocupante. Sara Madruga da Costa espera que não se repita novamente a brincadeira do chumbo do projeto de interesse comum: “Na minha terra “diz-se que uma brincadeira para ter graça uma vez basta”, mas também já diz o povo Sr. Ministro que “não se brincam com coisas sérias” e o novo Hospital da Madeira é um assunto muito sério e muito importante para a Madeira para ser tratado desta forma”.

“Sr. Ministro, para quando podemos contar com o financiamento do novo Hospital da Madeira? Vai ou não este Governo finalmente consagrar uma verba no próximo Orçamento de Estado para a construção do novo Hospital?”. Foi desta forma e com estas questões concretas que a deputada confrontou o ministro da saúde e exigiu garantias.

Para Sara Madruga da Costa, “é imprescindível, que se garanta no próximo Orçamento de 2019, uma verba efetiva para arrancar com a construção do novo Hospital da Madeira e essa verba impõe-se independentemente da decisão de aprovação ou não do projeto de interesse comum”.

A deputada madeirense relembrou ao Governo da República que “na semana passada e pela segunda vez, o Governo Regional da Madeira apresentou a candidatura do novo Hospital da Madeira a projeto de interesse comum”.

Para Sara Madruga da Costa, “uma vez mais, a candidatura foi apresentada dentro do prazo, contendo toda a documentação".

"Não há margem para dúvida, que o projeto do Novo Hospital da Madeira reúne todos requisitos e cumpre com todos os critérios necessários para ser classificado como projeto de interesse comum”, disse.

A deputada social-democrata terminou a sua interpelação ao Ministro da Saúde, destacando que “o Governo Regional voltou a fazer a sua parte, apresentou a candidatura em tempo útil, cumpriu com os prazos e o projeto preenche todos os requisitos”.

“Falta o Governo, Sr. Ministro fazer a sua parte, falta o Governo, Sr. Ministro, cumprir com a sua palavra e com os compromissos assumidos com os madeirenses e porto-santenses”.

Para Sara Madruga da Costa, está nas mãos do ministro da Saúde, está nas mãos deste Governo da República honrar ou não no próximo Orçamento de Estado o compromisso assumido com os madeirenses e porto-santenses do financiamento do novo Hospital da Madeira.