• bannerSitePSDMconclusoes.jpg
  • bannerNewsPSD9nov.jpg
  • bannerSitePSDM23mar2018rui.jpg

O deputado Paulo Neves considera que é preciso "ter muita lata" para que o "ministro responsável pelo caos na saúde em Portugal e pelo não pagamento da República do novo Hospital da Madeira" venha "à nossa Região 'ensinar como se faz' ao senhor Paulo Cafofo e ao PS Regional".

"Adalberto Fernandes (entre outros ministros da República) veio aos Estados Gerais do PS-Madeira tentar orientar o futuro da Região. É impressionante ver o ministro responsável (com o primeiro-ministro) pelo adiamento constante do pagamento das despesas para a construção do novo Hospital vir à Madeira falar do futuro da Saúde. Veio ensinar o quê? Como se constrói um caos, porque é isso exatamente que se vive em matéria de saúde em Portugal? Ou veio ensinar como se promete a construção de um Hospital aos madeirenses e não se paga?. Como pode Adalberto Fernandes vir falar de futuro se o presente do ministro é um caos? Como pode Adalberto Fernandes vir à Madeira falar de Saúde quando se recusa a pagar parte da construção do novo Hospital? É preciso ter lata! Mas também como se pode prestar o PS-Madeira e o senhor Paulo Cafofo a estes espetáculos degradantes e mesmo humilhantes?"

Paulo Neves afirma que "em vez de terem confrontado o ministro da Saúde por não cumprir com as suas promessas e obrigações, em relação aos madeirenses, estavam embevecidos a ouvirem as orientações de Lisboa", perguntando "onde estão os 'murros na mesa' prometidos por Cafôfo.

"São estes os senhores que dizem que vão defender os interesses da Madeira e dos madeirenses?"