• bannerNewsPSD21set3.jpg
  • 35227974_10216705850468501_2142540222246682624_n.jpg
  • bannerSitePSDM23mar2018rui.jpg
  • topofaceCompromissoMadeira2018

O alerta foi dado pela deputada à Assembleia da República Sara Madruga da Costa que visitou esta manhã a Calheta para denunciar aquilo que considera um “inaceitável esquecimento do governo da República”.

“Não aceitamos que a esquadra da PSP da Calheta fique de fora das prioridades de investimento da república até 2021, quando são conhecidas as faltas de condições da referida esquadra, sendo frequente chover dentro das referidas instalações” afirmou Sara Madruga da Costa.

A deputada relembrou que o ministério da administração interna apenas incluiu em 2018, as esquadras da PSP da Madeira nas suas prioridades de investimento “graças à pressão e às denúncias efectuadas pelo PSD, o único partido que reivindicou desde o início da legislatura na Assembleia da República melhores condições para as esquadras da Madeira” disse.

“No seguimento do nosso trabalho, o governo da república abrangeu as esquadras da PSP do Porto Santo, Ponta do Sol, Santa Cruz, Machico e Ribeira Brava na Lei Programação das Infraestruturas e Equipamentos para as Forças e Serviços de Segurança do MAI (2017-2021), no entanto deixou de fora inexplicavelmente a esquadra da PSP da Calheta”, alertou a deputada.

ara Madruga da Costa foi acompanhada pelo presidente da câmara municipal da Calheta Carlos Teles e pela sua equipa de vereação.

Carlos Teles frisou “não compreender porque motivo o governo da república deixou de fora a esquadra da Calheta quando existem outras esquadras em melhores condições do que esta. Já há algum tempo que a câmara alerta para as deficientes condições desta esquadra, aliás a a câmara municipal já se disponibilizou para fazer a recuperação de toda esta zona envolvente e também da esquadra” disse.

“Em dezembro a esquadra esteve fechada durante três dias devido a infiltrações de água porque chove dentro” salientou o presidente da câmara.

Sara Madruga da Costa, a única deputada madeirense na 1. Comissão Parlamentar de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias e que acompanha permanentemente os assuntos da justiça e da administração interna.

A deputada social-democrata revela que “continuará o seu trabalho e a pressionar o ministro da administração interna para que inicie ainda em 2018 o investimento na melhoria das condições das esquadras da PSP na Madeira”.