• banner-02.jpg
  • bannerNewsPSD8dez.jpg
  • bannerSitePSDMconclusoes.jpg
  • bannerSitePSDM23mar2018rui.jpg

O deputado Paulo Neves voltou a confrontar o Ministro dos Negócios Estrangeiros com a questão da Venezuela apelando a um reforço da atenção tendo em conta as próximas eleições presidenciais e legislativas no País previstas para dentro de dois meses. O deputado eleito pelo PSD-Madeira também pediu uma maior sensibilização e agilização dos processos que têm dado entrada em consulados de Portugal no Panamá, Colômbia, Espanha, Brasil e Inglaterra por parte de portugueses que abandonaram a Venezuela.

Outro ponto abordado teve a ver com o reconhecimento de Diplomas académicos dos nossos emigrantes que regressam a Portugal. Paulo Neves pediu ao governo que pressione as Ordens profissionais portuguesas para que sejam rápidas nos processos de equivalência de Diplomas.

Ainda nesta sua intervenção, na Comissão Parlamentar dos Negócios Estrangeiros e Comunidades Portuguesas, o deputado Paulo Neves abordou a questão da Síria afirmando que "assiste-se a uma situação deplorável e inaceitável no terreno” acrescentando que o governo de Portugal tem que ter mais empenho na denuncia internacional da situação na Síria. Paulo Neves pediu esclarecimentos ao ministro Augusto Santos Silva sobre o recente encontro que manteve com o ministro russo dos negócios estrangeiros e se nessa oportunidade pressionou Moscovo para parar os ataques contra a população civil indefesa síria.

Outro tema abordado pelo deputado Paulo Neves teve a ver com a Plataforma Continental destacando a importância desse tema como "um tema de soberania nacional que deve merecer uma enorme dedicação por parte do governo central”.

 

Intervenção em vídeo