• bannerNewsPSDclaudia.jpg
  • slideCampanha3.jpg
  • slideCampanha2.jpg
  • slideCampanha1.jpg
Notícias
  Quinta, 11 Abril 2019

O Teleférico das Achadas da Cruz, no Porto Moniz, cresceu 900% em termos de número de utentes, quando comparado com o primeiro ano de entrada em funcionamento desta infraestrutura.

Fruto deste aumento exponencial, o atual modelo de funcionamento está desadequado à realidade, alertou Dinarte Nunes, vereador do PSD na Câmara Municipal do Porto Moniz (CMPM), que levou uma proposta de deliberação à Reunião de Câmara, esta quinta-feira, para que sejam levadas a cabo algumas alterações de ajustamento.

“Urge aplicar alterações estruturais” já que o atual modelo de funcionamento do teleférico não vai ao encontro das necessidades dos visitantes, e não satisfaz os moradores nem os próprios funcionários, pode ler-se na proposta.

Dinarte Nunes propôs ao executivo socialista que a Autarquia alterasse o período de funcionamento do teleférico, durante o horário de verão, para estar disponível aos utentes das 08h00 às 20h00.

A proposta do vereador social-democrata previa também a adaptação da sinalética existente para uma melhor orientação dos utentes, bem como a revisão do modelo remuneratório dos funcionários.

No entanto, a vereação do PS chumbou a proposta que visava adaptar o teleférico das Achadas da Cruz à nova realidade. “Este executivo que se diz socialista, optou por não rever as remunerações dos funcionários; optou por não alargar o período de funcionamento durante o verão; optou por não adaptar a sinalética”, disse Dinarte Rodrigues aos jornalistas.

O autarca social-democrata, diz mesmo que esta tem sido a posição do PS. “Desde que tomei posse como vereador nesta Câmara, e não foi assim há tanto tempo, participei em apenas três reuniões. E, lamentavelmente, todas as propostas que o PSD trouxe a estas reuniões, para benefício da população, foram sempre chumbadas por este executivo”.