• bannerNewsPSD8dez.jpg
  • bannerSitePSDMconclusoes.jpg
  • bannerSitePSDM23mar2018rui.jpg
Notícias
  Quinta, 4 Outubro 2018

O grupo parlamentar do PSD esteve hoje no quartel dos Bombeiros Municipais de Machico, onde abordou o novo Estatuto Social do Bombeiro, uma iniciativa do PSD que foi discutida e aprovada na Assembleia Legislativa da Madeira.

"Infelizmente, o Tribunal Constitucional considerou, especificamente no que diz respeito à tarifa social de água, que caberia a cada uma das Câmaras Municipais decidir a atribuição dessa regalia aos bombeiros. Naturalmente que nós respeitaremos essa decisão, no entanto, fica hoje bem claro que o PSD não vai desistir deste estatuto social. Nós não desistimos dos nossos bombeiros."

As declarações são do deputado João Paulo Marques que aproveitou para lembrar que o estatuto vai mais além da questão da tarifa da água. "Representa também a possibilidade de os bombeiros terem acesso à eletricidade a preços mais baixos, a terem apoio psicológico durante todo o ano, à isenção de taxas moderadoras e também outros benefícios que nós achamos que são fundamentais, como, por exemplo, a prioridade no acesso aos lares de terceira idade."

João Paulo Marques afirmou que, para o PSD, os "bombeiros não podem ser reconhecidos e importantes apenas no mês de agosto, apenas quando há incêndios ou situações de emergência". "Para nós, os bombeiros são importantes durante todo o ano e este estatuto social é a prova de que nós reconhecemos a importância destes profissionais", disse.

O deputado, salientou ainda que, "a partir de hoje, e com este novo estatuto, todos os bombeiros da Madeira, sejam eles profissionais ou voluntários, podem orgulhar-se de terem acesso a um estatuto social próprio, com regalias e benefícios próprios e que neste momento é um dos mais avançados que existe em Portugal".

De referir que já foi apresentada em reunião da Câmara de Machico uma proposta, pelo PSD, para a aplicação da tarifa social de água aos bombeiros municipais e voluntários do concelho, a qual foi aprovada por unanimidade.