• bannerSitePSDMconclusoes.jpg
  • bannerNewsPSD9nov.jpg
  • bannerSitePSDM23mar2018rui.jpg
Notícias
  Quinta, 13 Setembro 2018

Miguel Albuquerque afirma que a questão da TAP não tem por objetivo promover uma guerra contra o Presidente da Transportadora, mas sim a defesa dos interesses dos madeirenses e a garantia de que o princípio da continuidade territorial é respeitado.

"O senhor ministro do Equipamento Social veio tentar tapar o sol com a peneira dizendo que havia uma guerra entre a pessoa do Miguel Albuquerque e o presidente da TAP", sublinhou, assegurando que não é isso que está em causa, mas, "se for para haver guerra, vai haver".

Segundo Miguel Albuquerque, "a TAP está a praticar preços altíssimos para circulação dentro do território nacional", salientando que "isso não é compreensível" nem "há qualquer justificação para esses preços". "Quando o presidente da TAP veio falar em preços módicos deveria ser para outro local e não para a Madeira”, disse.

Trata-se, segundo o presidente do Governo, de "um problema de intervenção política”, que é da responsabilidade do Governo Central e do primeiro-ministro, António Costa, que se “está nas tintas” para com a Madeira.