• 1bannerSitePSDM19jun2018.jpg
  • 35227974_10216705850468501_2142540222246682624_n.jpg
  • bannerSitePSDM23mar2018rui.jpg
  • topofaceCompromissoMadeira2018
Notícias
  Domingo, 29 Julho 2018

No dia da grande festa do Chão da Lagoa, o secretário-geral do PSD/M destacou que o Partido está “unido”, e “mobilizado” na construção de uma Madeira melhor e na defesa firme e intransigente dos interesses dos madeirenses e dos porto-santenses

“Prova disso é a confiança que a população deposita no Partido. São cerca de 20 mil pessoas que estão no Chão da Lagoa este domingo para ouvir e apoiar o presidente do PSD/M, Miguel Albuquerque. Autocarros saíram de todas as freguesias da Madeira e do Porto Santo vieram cerca de 700 pessoas do Porto Santo”, reforçou Rui Abreu.

Face à mobilização Rui Abreu mostra-se confiante na vitória dos próximos combates eleitorais. “Estou confiante que o PSD será o vencedor das eleições regionais, legislativas e europeias, porque os madeirenses e porto-santenses são inteligentes. Na hora do voto escolherão com inteligência, porque sabem que o PSD/M é o único partido que defende os interesses da Madeira e da nossa Autonomia.”

Rui Abreu sublinha o cumprimento das promessas feitas pelo Partido em 2015, que serão integralmente executadas pelo Governo Regional até 2019. “Já temos o ferry a viajar entre a Madeira e o Continente, mesmo sem o apoio do Governo Central, temos o avião cargueiro a voar e o helicóptero de ataque inicial para combate aos incêndios. Fomos a única região do País que baixou os impostos e que não teve sem défice. Diminuímos a taxa de desemprego, alavancamos a economia, que cresce há 59 meses consecutivos, atraímos investimento, apoiamos os empresários e apostamos na área social”.

Os compromissos do Governo Regional serão até mesmo ultrapassados, frisou. São os casos da reposição do tempo integral de serviço dos professores, do descongelamento das carreiras, do investimento em IPPS, da integração dos trabalhadores precários nos quadros da função pública, dos 25 dias de férias para a administração pública”.

O PSD/M esteve, está e sempre estará “ao lado do povo”, defendendo de forma firme e intransigente os interesses dos madeirenses e dos porto-santenses, contra o poder central e, se preciso for, contra o Partido a nível nacional, concluiu.