• 1bannerSitePSDM19jun2018.jpg
  • 35227974_10216705850468501_2142540222246682624_n.jpg
  • bannerSitePSDM23mar2018rui.jpg
  • topofaceCompromissoMadeira2018
Notícias
  Segunda, 9 Julho 2018

A falta de sinalização nas passadeiras da baixa do Funchal coloca em risco a segurança dos peões e dos automobilistas, alertou Rubina Leal. “São várias as pessoas que circulam diariamente na Cidade e referem que as passadeiras não estão devidamente sinalizadas, pondo em risco peões e condutores de automóveis.”

Para a vereadora do PSD na Câmara Municipal do Funchal (CMF) é “importante” que o executivo autárquico invista na rede viária do Concelho, especialmente na baixa citadina, exemplificando com as passadeiras da zona do Bazar do Povo, da Câmara Municipal, da Sé, do Banco de Portugal e do Jardim Municipal.

Verificando que não há qualquer investimento na rede viária, Rubina Leal acusa a CMF de não apostar naquilo que é essencial e estrutural para o bom funcionamento de uma Cidade.

“Para além de termos ruas e pavimentos que não estão recuperados, estradas que estão cheias de buracos, ainda temos passadeiras que não estão sinalizadas, causando acidentes com prejuízo para todos, especialmente para os grupos de risco que são os idosos e as crianças”

Neste sentido, a vereadora social-democrata exige à Autarquia do Funchal para que proceda com urgência a uma intervenção na sinalização horizontal das passadeiras da Cidade.