• banner2018.jpg
  • bannerSItePSDMconselhoOut2017_5.jpg
  • bannerSItePSDMconselhoOut2017_1.jpg
Notícias
  Quarta, 7 Fevereiro 2018

O deputado Paulo Neves afirmou esta tarde na Assembleia da República, perante o ministro das Infraestruturas, que "é melhor o governo da República tirar o cavalinho da chuva" se pensa que mais autonomia, como defendem agora, se traduz em ser o governo da Madeira a suportar o subsídio de mobilidade.

Na anterior audição o ministro das Infraestruturas afirmou que o governo da República quer fazer alterações ao atual regime de Subsídio de Mobilidade dando "mais autonomia às Regiões Autónomas". Paulo Neves ironicamente afirmou estar muito satisfeito com o "súbito entusiasmo autonomista" do ministro mas logo acrescentou que “tire o cavalinho da chuva se julga que mais autonomia é por o governo Regional da Madeira a pagar parte do subsídio de mobilidade”.

Ainda nesta sua intervenção, Paulo Neves pediu ao ministro do Planeamento e Infraestruturas para acompanhar de perto o que se passa nos CTT e deu o caso da Madeira onde a empresa encerrou duas lojas. “Uma má decisão” que tem que ser revertida e imediatamente minimizada. Paulo Neves disse que o governo central também tem responsabilidade na questão já que os CTT têm obrigações de serviço mínimo. Paulo Neves denunciou mais uma vez a situação dos CTT em Santo António.

 

VÍDEO DA QUESTÃO