• banner2018.jpg
  • bannerSItePSDMconselhoOut2017_5.jpg
  • bannerSItePSDMconselhoOut2017_1.jpg
Notícias
  Sexta, 2 Fevereiro 2018

O Grupo Parlamentar do PSD reuniu-se hoje com a diretora do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), no âmbito das visitas de trabalho que têm sido realizadas a diversas associações e instituições da Região.

De acordo com o deputado Adolfo Brazão, a falta de espaço e de recursos humanos constotuem alguns dos principais problemas com que se debate este serviço, cuja sede funciona na Rochinha, mas o atendimento realiza-se na Loja do Cidadão. "É um espaço exíguo, mas ainda assim, segundo a opinião da senhora diretora, conseguem dar vazão a todo o movimento", mesmo com os picos verificados nos últimos tempos devido ao regresso de muitos lusodescendentes. "Só no ano passado foram 450", afirmou o deputado, lembrando que o processamento de dados é moroso. Apesar disso, o SEF tem conseguido cumprir os prazos, embora haja a necessidade de reforçar os recursos humanos. Até porque, segundo Adolfo Brazão, este serviço não trata apenas dos processos dos emigrantes e estrangeiros, mas também de cidadãos da União Europeia que pretendem legalizar a sua situação, sendo expetável, conforme salientou, que esse fluxo venha a aumentar com o Brexit.

Outro aspeto abordado foi o dos vistos gold, sendo especialmente requisitados, na Madeira, por cidadãos russos, enquanto que em Lisboa a maioria é solicitada por chineses e angolanos.