• bannerSitePSDM19abr2018.jpg
  • bannerSitePSDM23mar2018rui.jpg
  • bannerSitePSDM19mar2018.jpg
  • topofaceCompromissoMadeira2018
Notícias
  Quarta, 31 Janeiro 2018

O PSD considera que o Orçamento da Câmara Municipal do Funchal (CMF) para 2018 é uma oportunidade perdida para a Cidade, sublinhando que a imagem de marca do presidente da Autarquia passou a ser a dificuldade em manter os compromissos.

“Só pode ser uma oportunidade perdida, que o maior orçamento de sempre desta Câmara [100 milhões de Euros] não tenha correspondência em investimento público na Cidade”, afirmou hoje o deputado social-democrata, João Paulo Marques, durante a sua intervenção na reunião da Assembleia Municipal, onde se discute o Orçamento Municipal, questionando “onde pairam” os 71 milhões de Euros prometidos para a reabilitação urbana, os 15 milhões de Euros para as zonas altas e os 10 milhões de Euros para habitação social.

Falando ainda da dificuldade do presidente da CMF em manter os compromissos João Paulo Marques notou que “primeiro era independente, agora é socialista. Depois ia pagar propinas, agora vai fazer um regulamento. Primeiro comprometeu-se por quatro anos para, de seguida, roer a corda à cidade”. Por isso, antes de pedir esclarecimentos sobre o Orçamento desafiou o presidente da Autarquia a esclarecer se a pessoa que assinou aquele documento será a mesma que irá executá-lo.

João Paulo Marques lembrou que nunca se cobraram tantos impostos como agora, referindo que, em 2018, a Autarquia prepara-se para cobrar aos funchalenses 30 Milhões de Euros em impostos diretos. Por isso lamenta que “o maior orçamento de sempre” da CMF não tenha correspondência em investimento público na Cidade,

“Esta é, igualmente, uma oportunidade perdida para os estudantes a quem prometeram propinas pagas, é uma oportunidade perdida para quem vive nas zonas altas, para as juntas de freguesia a quem prometeram mais financiamento e para todos os funchalenses a quem esta Câmara prometeu mais trabalho e mais investimento.”

João Paulo Marques aproveitou para dar os parabéns ao presidente da Câmara pelo anúncio do WIFI gratuito para o Funchal, não sem antes agradecer ao Turismo de Portugal que é quem financia o projeto e ao Ministro da Economia que alargou esta medida à Madeira. “O município de Câmara de Lobos já tem WIFI na sua baixa desde o ano passado e não precisou de 2 capas de um jornal para o fazer”, concluiu.