• 1bannerSitePSDM19jun2018.jpg
  • 35227974_10216705850468501_2142540222246682624_n.jpg
  • bannerSitePSDM23mar2018rui.jpg
  • topofaceCompromissoMadeira2018
Notícias
  Terça, 30 Janeiro 2018

Rui Nelson, vereador do PSD na Câmara Municipal do Porto Moniz, teme que o presidente da Autarquia esteja a relegar o Município para segundo plano para se dedicar a questões partidárias no Funchal.

“Teme-se que o presidente da Câmara esteja a abandonar o Porto Moniz para se dedicar a assuntos partidários no Funchal”, notou Rui Nelson, sublinhando a importância de criar projetos estruturantes que ajudem à fixação da população naquele concelho.

“O Porto Moniz precisa de uma visão de futuro. Precisa de projetos estruturantes que venham a beneficiar os munícipes, combatendo a desertificação e criando emprego, alertou o autarca social-democrata após a reunião de câmara que decorreu no final desta manhã.

Dizendo que o presidente do executivo camarário está interessado apenas na “satisfação imediata” das pessoas, Rui Nelson referiu que a reunião de câmara serviu basicamente para aprovar a autorização de utilização das carrinhas da Câmara do Porto Moniz para os idosos e para as associações.

“Estas autorizações são medidas louváveis, mas revelam-se insuficientes num concelho onde há uma grande dificuldade em fixar os mais jovens,”, disse, lembrando que os desafios que o Porto Moniz tem pela frente implicam implementar medidas que estimulem a atração de investidores para a criação de um tecido empresarial sustentado, que permita criar novos postos de trabalho e, assim, fixar a população mais jovem.

“Combater o despovoamento é o maior desafio do Porto Moniz. Precisamos de um presidente a tempo inteiro, que defenda os interesses do nosso concelho e da nossa população”, concluiu Rui Nelson.