• 1bannerSitePSDM19jun2018.jpg
  • 35227974_10216705850468501_2142540222246682624_n.jpg
  • bannerSitePSDM23mar2018rui.jpg
  • topofaceCompromissoMadeira2018
Notícias
  Quinta, 2 Novembro 2017

A Câmara Municipal do Funchal decidiu hoje contra as famílias funchalenses, ao chumbar a proposta de devolução de 4% de IRS, apresentada pelos vereadores do PSD, em Reunião de Câmara.

“Aquilo que poderia ter um impacto positivo no bolso dos funchalenses não vai acontecer”, disse o vereador social-democrata Jorge Vale Fernandes, após a reunião semanal da Autarquia, referindo que apesar ser relevante e ter um impacto direto na vida das famílias funchalenses, a proposta foi chumbada com os votos contra da Coligação.

“Quando chega a hora da verdade, em que este executivo poderia agir em benefício direto das famílias, devolvendo-lhes rendimento, infelizmente decide contra essas mesmas famílias”, acusou.

Jorge Vale Fernandes lembrou que existe disponibilidade financeira no Município do Funchal para restituir às famílias os 4,7 milhões de Euros retidos em sede de IRS, elencando as receitas que entram nos cofres daquela Autarquia.

“No momento em que temos resultados líquidos positivos, em que as verbas disponibilizadas pelo Governo Nacional também incrementam significativamente essas verbas, em que esta Autarquia cobrou mais 15 milhões de Euros em IMI do que em vereações anteriores, em que existem mais financiamentos e dinheiro a entrar nos cofres da Autarquia, quando chega a hora da verdade, em que este executivo pode agir em benefício das famílias, a decisão é contra essas mesmas famílias.”